EM REPERTÓRIO

27/09/2017 09:55

A Metamorfose

A Metamorfose (1915) de Franz Kafka conta a história de Gregor Samsa, um caixeiro viajante que, ao despertar de sonhos aterrorizantes, se percebe transformado em um escaravelho, tornando-se assim o "objeto" de desgraça e vergonha de sua família. Um estranho rejeitado pelos seus pares em sua própria casa, sendo lançado a sentimentos terríveis de inadequação, culpa e isolamento.

A coreografia busca a tensão asfixiante e opressiva da obra de Kafka, que direciona seus personagens centrais a um único destino possível​ sem qualquer possibilidade de retorno - o do total aniquilamento​.

Assim como Gregor Samsa, somos criador e personagem principal de um emocionante espetáculo para uma plateia vazia. Não é assim que morremos solitários?

A metamorfose da Carne Agonizante nada mais é do que um corpo obscuro sem identidade, inserido num status quo sociopolítico aterrorizante, com um final previsível. A vida encaixotada ​no ​seu devido lugar, o da insignificância absoluta​. (Sandro Borelli)

...a cabeça pendeu-lhe inevitavelmente para o chão e de suas narinas saiu um último e débil suspiro... (Franz Kafka)

O espetáculo estreou em 2002 na Oficina Cultural Oswald de Andrade e teve o apoio do Prêmio Emcena-Brasil.

Ficha Técnica
Intérpretes: Alex Merino, Amanda Santos, Everton Ferreira, Laia Mora, Mainá Santana e Rafael Carrion.
Concepção, direção e coreografia: Sandro Borelli
Assistente de Coreografia: Rafael Carrion
Trilha sonora e Iluminação: Sandro Borelli
Figurino: Elenco
Fotografia: Júnior Cecon
Preparação Corporal: Vanessa Macedo
Direção de Produção: Júnior Cecon

Assessoria de Imprensa: Pombo Correio


Newsletter - Cadastre-se para receber as novidades da Cia Carne Agonizante em seu email

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo