OUTROS ESPETÁCULOS

12/06/2015 16:00

Carne Santa

O espetáculo de dança-teatro Carne Santa parte do discurso poético de Renato Manfredini Junior (Renato Russo), e procura respaldo no panorama cultural das décadas de 1970, 80 e 90.

A pesquisa se escora em questões existenciais de uma época que hoje poderíamos dizer romântica, ou seja, que fala do amor reprimido, da busca de uma ética política e social. O indivíduo em busca de uma saída que lhe permita sonhar um mundo socialmente justo, honesto e ético. E é aí que reside a questão fundamental: "Utopia ou delírio?"

Carne Santa busca um sentido, um conjunto de ideias, pensamentos e visões do mundo do indivíduo que se orienta para suas ações íntimas, sociais e, principalmente, políticas, ora negando Deus, ora adorando-o. Um ser hermafrodita carregando dentro de si seu próprio útero e seu próprio esperma - um homem gerando a si mesmo, reiventando-se e quse sempre não se reconhecendo. O trágico de ser híbrido e perecível.

Sob esse olhar, a cia traz à cena uma composição coreográfica dentro de uma dramaturgia corporal pela qual a fisicalidade procura a emoção.


Ficha Técnica
Direção geral, concepção e coreografia: Sandro Borelli
Assistente de coreografia: Roberto Alencar
Inérpretes: Daniella Rocco, Edson Calheiros, Elisângela Ferreira, Elizando Carneiro, Natália Fernandes, Robson Ferraz e Vanessa Macedo
Luz: André Prado
Fotos: Gal Oppido
Figurinos: O grupo
Trilha Sonora: Sandro Borelli
Criação Gráfica: Vitor Borelli
Produção Executiva: Dudu Oliveira


Newsletter - Cadastre-se para receber as novidades da Cia Carne Agonizante em seu email

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo